sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Lavar o carro

Essa coisa que acontece quando o rei faz anos. Pois é, devia ter vergonha de admitir. Recibos das portagens, pó, pedrinhas e porcarias nos tapetes, recibos das portagens e outros papéis, uma ou outra garrafa de água. Ah e recibos das portagens. Claro que levo ralhetes do B e faço promessas de limpar o bólide na próxima oportunidade. Mas parece que a oportunidade às vezes demora a chegar e, tal como em muitas outras coisas da vida, temos que a criar (e pôr só a arvorezinha não vale). É claaaaro que gosto mais dele limpo e cheiroso só que a preguiça é lixada e há tantas coisinhas melhores para se fazer nos tempos livres. Mas vá, para prevenir um ralhete da próxima vez que ele entrar no bólide (ou então é só porque vou levar o carro ao mecânico), lá vou eu sacudir os tapetes, aspirar, limpar o pó e tudo o que o bólide tem direito.

6 comentários:

  1. A preguiça é igualmente traiçoeira comigo!

    Beijinhos

    http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ahhh lavar o carro. O terror. Devem ser poucas as pessoas que gostam mesmo! Mas gosto bastante daquelas lavagens automáticas. De irmos lá pelo meio :b

    ResponderEliminar
  3. Com o meu carro também sou assim, mas é só agora com o que tenho neste momento que é velhinho, pois já tive um carro melhor e era mais cuidadosa, andava sempre impecável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu não é velhinho e adoro-o. Só que a preguiça é mesmo tramada :P

      Eliminar